Síndrome do ovário policístico

Síndrome do ovário policístico

Síndrome do ovário policístico

A síndrome do ovário policístico é um distúrbio hormonal que atinge cerca de 7% das mulheres na idade reprodutiva.

A doença é definida por um aumento de tamanho dos ovários, que criam várias bolsas cheias de líquido (cistos).

O sintoma principal da síndrome do ovário policístico é a irregularidade menstrual. Quase todas as mulheres que têm esse síndrome, têm esse sintoma. A menstruação aparece só de vez em quando, tem grandes atrasos.

Mais de metade das mulheres diagnosticadas com síndrome do ovário policístico têm excesso de peso. Também aparecem níveis elevados de hormônios masculinos.

Sua causa ainda não é totalmente esclarecida. A hipótese é que ela tenha uma origem genética e estudos indicam uma possível ligação entre a doença e a resistência à ação da insulina no organismo, gerando um aumento do hormônio na corrente sanguínea que provocaria o desequilíbrio hormonal.

A síndrome dos ovários policísticos tem tratamento e, quanto antes ele for iniciado, menores são as chances de a doença causar danos graves.

Se você quer engravidar e foi diagnosticada com síndrome do ovário policístico, não desespere ! Para ajudar na ovulação, procure um médico para saber como usar os indutores de ovulação. Mas não se esqueça de que você só poderá usá-los depois de autorização médica.

Você deve fazer os tratamentos adequados, sempre com acompanhamento médico. É necessário um conjunto de ações para voltar a ter ciclos ovulatórios. Você tem que procurar uma ginecologista, um endocrinologista, um clínico geral e um nutricionista para saber quais atitudes deverá tomar.